quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

PRINCESA MONONOKE

“Ugh! Eu cheiro a humano.”


Esta fábula épica, com seu belo exotismo, mostra deuses e demônios em uma luta que vai definir o destino de uma floresta preservada prestes a ser destruída. Para isso se utiliza de um elaborado universo de ética e moral criado por seu diretor Miyazaki. Diversas cenas de batalha e duelos - suficientes para distinguir claramente o filme de uma animação puramente infantil - são importantes para manter o ritmo da história. As cenas de ação são de tirar o fôlego de qualquer ser vivente; porém, é a presença da natureza, dos personagens míticos e o enredo em si que tornam esse filme tão especial. ''Princesa Mononoke'' começa com um ataque de uma fera a um distante vilarejo montanhoso. Um demoníaco javali, cravejado de vermes pulsantes ao redor do corpo (dando uma impressão de uma aranha), é a razão de o jovem Ashitaka seguir seu destino de acudir a floresta. Infectado pelo animal, o herói ruma para o Oeste, em busca da cura que irá salvar sua vida. Uma vez dentro da mata, envolve-se em uma amarga batalha com Lady Eboshi e um orgulhoso grupo de humanos contra os deuses-animais da floresta, comandados pela corajosa princesa Mononoke (criada por uma familia de lobos).

Somente a visão do Espirito da Floresta - que durante o dia se transforma em animal e à noite toma a forma de uma divindade com poderes mágicos -, vale o filme. A imagem das plantas e flores desabrochando sob as pisadas simples e simbólicas da entidade é um espetáculo único.

Também é admirável que tenha sido evitado o antropomorfismo animal, um vício presente na maioria das animações. O respeito aos animais e à natureza é preservado de forma religiosa. A trilha sonora do filme é soberbamente utilizada para coroar as cenas. Dificilmente uma animação será capaz de reproduzir de forma tão poética os contrastes entre a cobiça humana e a luta dos animais pela preservação da natureza. Maravilhoso.



Princesa Mononoke (Mononoke-Hime)
1997 – JAPÃO - 134 min. – Colorido – ANIMAÇÃO
Direção: HAYAO MIYAZAKI. Roteiro: HAYAO MIYAZAKI. Fotografia: ATSUSHI OKUI. Montagem: HAYAO MIYAZAKI E TAKESHI SEYAMA. Música: JOE HISAISHI. Produção: TOSHIO SUZUKI, distribuído pela MIRAMAX.

Elenco: YÔJI MATSUDA( Voz de Ashitaka), YURIKO ISHIDA ( Voz de San/Princesa Mononoke), YÛKO TANAKA (Voz de Lady Eboshi), KAORU KOBAYASHI (Voz de Jiko-bô), MASAHIKO NISHIMURA (Voz de Kouroko), TSUNEHIKO KAMIJÔ (Voz de Gonza), SUMI SHIMAMOTO (Voz de Toki), TETSU WATANABE (Voz de Yama Inu), MITSURU SATÔ (Tatari-gami), AKIRA NAGOYA (Voz de Usi-kai) , AKIHIRO MIWA (Voz de Moro-no-kimi) , MITSUKO MORI (Voz de Hii-sama) e HISAYA MORISHIGE (Voz de Okkotu-nusi)



Cenas do filme:



Assista também:




A Viagem de Chihiro

2 comentários:

Wally disse...

Se seguir na onda de Chihiro, deve ser mesmo maravilhoso! Espero conferir em breve.

Ciao!

Miguel Andrade disse...

Jacques, é fabuloso! Meu favorito Myazaki!