segunda-feira, 9 de março de 2009

O PRÍNCIPE LADRÃO

“Tina quer todo o ouro que possa carregar sozinha!”


No Oriente Médio, mais especificamente em Tânger, o ladrão Yussef (Everett Sloane) recebe a incumbência do conselheiro do regente de matar o verdadeiro herdeiro do trono, Hussein. Com pena do príncipe, ainda bebê, desiste de cometer o crime e decide criá-lo como seu próprio filho. Entretanto, para não levantar suspeitas, forja sua morte, cortando o punho e deixando um rastro de sangue no berço do menino.
Após um período de 18 anos, agora rapaz, Julna, interpretado por Tony Curtis, segue os passos do pai adotivo e vive de furtos. Ao conhecer a bela princesa Yasmin, Julna apaixona-se por ela. No entanto, Yasmin , que é filha de Mustapha (Donald Randolph), o usurpador do trono, está prometida a outro califa, de quem ganha uma grande pérola como pedido de casamento. Para complicar mais a situação, a valiosa jóia é roubada e, caso não seja recuperada, colocará o reino em guerra.

Enquanto todos imaginam que o furto foi feito por Julna e seus seguidores, a pedra foi retirada da princesa por Tina, uma ladra - misto de contorcionista e saltimbanco. Interpretada por Piper Laurie, Tina é filha de um bandido de Marrakesch, e usa todo seu talento para roubar e assim conseguir recursos para libertar seu pai da prisão. De quebra, apaixona-se por Julna e o ajuda a reconquistar o reino.

Essa é uma história das Arábias, típica dos anos 50, realizada pela Universal, e que encontra um solo fértil para a dupla de atores centrais. Baseada na adaptação da obra “The Prince Who Was a Thief” de Theodore Dreiser, Tony Curtis faz um príncipe ladrão correto. Mas quem brilha é a espevitada Tina. Bonita e charmosa, a ladra parece de fato uma princesa ao reverso. Em 1952 , o filme “O Filho de Ali Babá” repetiu o par central, já que a química entre os dois protagonistas funcionou. Creio que se Tony Curtis houvesse seguido essa linha “das Arábias”, sua carreira teria sido melhor. Diversão garantida.



O Princípe Ladrão (The Prince Who Was a Thief)
1952 – EUA - 88 min. – Colorido – AVENTURA
Direção: RUDOLPH MATÉ. Roteiro: GERALD DRAYSON ADAMS E AENEAS MACKENZIE, baseado na história de THEODORE DREISER. Fotografia: IRVING GLASSBERG. Montagem: EDWARD CURTISS. Música: HANS SALTER. Produção: LEONARD GOLDSTEIN, distribuído pela UNIVERSAL-INTERNATIONAL.

Elenco: TONY CURTIS (Julna), PIPER LAURIE (Tina), EVERETT SLOANE (Yussef), JEFF COREY (Emir Mokar), BETTY GARDE (Mirza), MARVIN MILLER (Hakar), PEGGIE CASTLE (Princesa Yasmin), DONALD RANDOLPH (Príncipe Mustapha), NITA BIEBER (Cahuena), MILADA MLADOVA (Dançarina), HAYDEN RORKE (Basra), MADGE WARE (Sari) e CAROL VARGA (Beulah).



Assista também:



O Filho de Ali Babá

Um comentário:

Sérgio Déda disse...

Parece ser ótimo, mas ainda não pude conferir. A temática me agrada bastante e como você disse... parece ser o filme tipício das Arábias nos anos 50, que já resultou em excelentes filmes.

Abraços!